Novas promessas do Cacau no Polo Industrial de Bahia, em 2010

Ilza Maria Drumond Vilaça*

*Aluna do 4º Período do Curso Tecnológico de Gestão em Recursos Humanos, do Centro Universitário Luterano de Manaus, no Segundo Semestre de 2010. E-mail: Ilzadrummond@hotmail.com

 RESUMO

A pesquisa em andamento trata de um sistema do Plano de Revitalização da recuperação da lavoura e diversificação da economia do Cacau, onde a vassoura de bruxa (praga) afetou a economia do estado da Bahia, dizimando a plantação dos cacauais. A estatística mostra que a produção de 400 mil toneladas de 1987 caiu para 123,5 mil toneladas em 2000; isso nos mostra a dificuldade que o estado vem enfrentando. E com isso, o Brasil passa a ser o quinto produtor de cacau do mundo, perdendo a posição para outros países. Entretanto, com o novo programa que o governo implantou através do Plano de Diversificação Agrícola, na região do Estado da Bahia (PAC do Cacau), o qual promete um crescimento no investimento em torno de 2,2 bilhões de reais até 2016. O objetivo é revitalizar a lavoura cacaueira e gerar alternativas para a economia, conforme entrevista no ano passado ao Jornal Valor, na qual Carlos Veloso Leahy, secretario de Industria e Comercio e Turismo de Itabuna, afirma que ”o potencial está em agregar valor às amêndoas e na produção de chocolates de qualidade. Esse trabalho vem mostrar a importância da capacitação de profissionais que acreditam que capacitar faz o diferencial. O jovem busca através do Estagio e seu primeiro emprego  a sua capacitação, pois apesar de vários cursos não exigirem o estágio obrigatório, o que torna difícil a ingressar no mercado de trabalho, o estágio fortalece o curso e traz oportunidade de emprego. Assim como o primeiro emprego, que reconhece a oportunidade de iniciar a qualificação dos cidadãos; com essa oportunidade, possibilita-se o crescimento profissional dentro das organizações e o início de uma carreira. Foi através dessa experiência de acreditar no potencial do jovens estagiários, que impulsionou-se o Centro de Ciências do Cacau, para a fabricação do chocolate de qualidade. A metodologia utilizada para revelar como funcionam os incentivos para a produção do cacau na Bahia é uma pesquisa bibliográfica em livros e revistas, como a Revista Agitação, do Centro de Integração Empresa-Escola. Os resultados dessa pesquisa serão incorporados a um artigo científico como exigência da disciplina Trabalho de Conclusão de Curso, do Curso Tecnológico em Gestão de Recursos Humanos, do Centro Universitário Luterano de Manaus, em 2010.

Palavras-Chave: Plano de Revitalização, Centro de Ciências do Cacau, estado da Bahia, Itabuna.

REFERÊNCIAS

REVISTA AGITAÇÃO.CENTRO DE INTEGRAÇÃO EMPRESA-ESCOLA: ano XVI, mar-abr de 2010.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: